COMPANHE AS NOVIDADES PARA SEU NEGÓCIO
Receba um conteúdo selecionado em seu email, prepare-se e mantenha-se informado sobre as novidades.



SOLICITAR UM TESTE

O que aprendemos no RD Summit

EventosNegóciosTecnologia
O que aprendemos no RD Summit

// Primeiro as damas

A experiência de participar do RD Summit foi incrível! Ví muitos softwares interessantes para trabalhar no mundo web, escutei falar sobre tendências, assisti a palestra esclarecedora sobre o nosso momento econômico, como chegamos aqui e a previsão do que vem pela frente com do maravilhoso Ricardo Amorim. O americano Will Reynolds falando sobre o porque devemos humanizar os conteúdos e ações on-line e mais uma gama de palestrantes falando de conteúdo e venda on-line. Christian Barbosa palestrou sobre produtividade e a corrida louca por mais tempo que todos nós enfrentamos… mas em um mundo tão digital se existe algo que realmente me impactou é que “conhecer de gente” nunca esteve tão atual.

plenaria

“Cuidado se você não está solucionando os problemas das pessoas”

Essa foi a frase que marcou a apresentação na plenária do americano Will Reynolds fundador da SEER Interactive. Depois dele, Fernando Kimura falou sobre o inconsciente do consumo e o poder dele na compra. Ele explicou os motivos pelos quais as pessoas compram e as as emoções envolvidas nesse processo, como a área emocional é definitiva em 95% dos processos de compra. O ponto alto da palestra foi ele mostrar a importância de trabalhar com o padrão de comportamento da audiência mas ter cuidado para não estigmatizar e limitar. Foi demais!

A agência Mestre mostrou a importância de personalização de campanhas e a otimização de SEO com base em seus cases. A Luísa Barwinski falou muito bem sobre como montar um planejamento de conteúdo eficiente, focando principalmente na persona, ou seja enfatizando a importância de entender o público alvo para o produto ou serviço.

Através das pessoas que conheci e conversei, das palestras que assisti e das pessoas , percebi que a confiança ainda é a base da relação com o cliente e que para construí-la no mundo on-line é preciso em primeiro lugar paciência, afinal de contas confiança é algo que se conquista aos poucos não é mesmo?! Muitos dos palestrantes deram exemplos de cases e como chegaram ao resultados almejados… testando, meditando e mantendo a consistência.

Em segundo lugar, entendi que estabelecer empatia com o público para quem iremos vender é fundamental, não adianta ter consistência sem foco. Então é preciso entender quem são essas pessoas, conhecer melhor das suas dores, do seu mundo, seu comportamento, seus pensamentos, o que ele escuta e o que fala e faz. Quais são os livros que ela gosta de ler, que mídias sociais ela mais curte, que músicas gosta de escutar, que desafios tem. Essas premissas ajudarão a definir as estratégias de campanhas on-line, a definição de conteúdos e os canais de distribuição a serem utilizados. Quanto mais as ações programadas na campanha de marketing digital estiverem alinhas com o público alvo e o que ele espera inconscientemente do produto ou serviço ofertado, mais a potencial capacidade de venda. Em outras palavras, quanto mais houver empatia mais há conversão de vendas. Então, será que vale a pena parar um pouco para se conectar com o cliente?! Eu sai do RD Summit certa que sim.

No mundo robotizado as pessoas querem cada vez se sentirem únicas e especiais, humanizar as campanhas de marketing é sem dúvida utilizar bem os gadgets que a tecnologia dispõe.
No final das contas o que importa são as pessoas e como elas tomam decisões.

// Agora é minha vez

Rd Summit se resume em muita oportunidade, tanto para novos aprendizados como para criar um bom network. Como estou sempre envolvido na parte técnica eu optei por dar prioridade as palestras que falavam mais sobre tecnologia, desde a própria ferramenta que utilizamos na Prolins(Rd Station) como algumas dicas de Adwords, Facebook Ads e Inbound Marketing.

Tudo já começou com um show de explicações sobre a posição atual do mercado brasileiro: Ricardo Amorim abriu o Rd Summit com ótimos argumentos de como funciona a “crise” em que estamos passando no momento. Foi incrível pois não esperava um assunto assim em um evento de marketing digital, e começando o dia entendendo como todos os governos da história tem influência direta na economia de um país.

A partir dai cada participante teve que seguir o caminho que mais o agradava: Gestão, Tecnologia, Liderança, E-Commerce, Vendas, etc. E então a jornada, aquela sede de conhecimento passa a florar a pele para  escolher a palestra que mais se encaixa no meu interesse pessoal!

Vou resumir as palestras que mais perderam minha atenção, lógico que as outras que fui também foram muito proveitosas, mas vamos direto ao ponto.

O Fábio Ricotta, da agência mestre de um show sobre técnicas de SEO, principalmente enfatizando sobre a persona, praticamente 50% da palestra foi sobre persona o quanto isso é importante para se dar início ao trabalho de marketing em um negócio, pois como vamos oferecer algo ao público se não o conhecemos? Uma das frases que mais marcaram essa parte do evento para mim foi a frase do Fábio que contou sobre uma experiência em tentar criar a persona para um dos seus clientes, o mesmo acho que em 5 dias era possível criar a imagem ideal do cliente do seu negócio e então a frase: “Se em 10 anos você ainda não sabe qual é sua persona, por que nós saberíamos em 5 dias?“.

Bem, agora falando da área que amo: Design. Oil Gardner fez uma palestra sobre Design direcionado para atenção, principalmente focado em Landing Pages (que é a alma dos negócios quando se trata de marketing digital).  Todas as dicas que ele passou foram e vão ser muito úteis aqui para Prolins, desde a importância dos testes A/B quanto os estudos de casos que ele apresentou.

Concluindo, o RD Summit é uma experiência quase obrigatória para todos que estão imergindo no mundo dos negócios digitais, no mesmo ambiente você consegue aprender, ter muitos insights e fazer um ótimo networking!

Comentários

comments

Entre em contato